Assuntos relacionados

Dieese

Publicado em 4 de abril de 2024

São Paulo foi a capital onde o conjunto dos alimentos básicos apresentou o maior custo (R$ 813,26).

Veja Mais
Publicado em 22 de março de 2024

As negociações salariais na indústria e nos serviços apresentam desempenhos semelhantes nesse começo de 2024.

Veja Mais
Publicado em 18 de março de 2024

Principais empreiteiras perderam 85% das receitas em 4 anos.

Veja Mais
Publicado em 8 de março de 2024

Preço médio só não subiu em Florianópolis, Goiânia e Brasília.

Veja Mais
Publicado em 26 de fevereiro de 2024

Segundo o Dieese, pisos negociados pelos sindicatos estão 12,6% acima do salário mínimo.

Veja Mais
Publicado em 6 de fevereiro de 2024

O preço médio da cesta básica aumentou em 16 das 17 capitais pesquisadas. A exceção foi Fortaleza. O trabalhador remunerado pelo mínimo comprometeu 52,33% da renda líquida para comprar os produtos básicos.

Veja Mais
Publicado em 19 de janeiro de 2024

Entre os setores econômicos analisados, a indústria se destaca, com aumentos reais em 82,2% dos reajustes, seguida pelo setor de serviços, com ganhos reais em 79%. O comércio vem em terceiro lugar, com resultados acima da inflação em 56,4% dos casos.

Veja Mais
Publicado em 8 de janeiro de 2024

Produtos como carne, feijão, café, farinha e leite diminuíram na maioria das capitais pesquisadas. Salário mínimo mostrou maior poder de compra em relação a 2022.

Veja Mais
Publicado em 2 de janeiro de 2024

Com base no INPC, organismo também calculou que o ganho real do reajuste do salário mínimo chegou a 5,77%.

Veja Mais
Publicado em 27 de dezembro de 2023

Organização sindical avalia que o governo Lula foi bem-sucedido na implementação de diversas políticas importantes e, por essa razão, pavimentou os caminhos para enfrentar os desafios que o cenário externo deverá impor no próximo ano.

Veja Mais